segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

As oito idades do homem

1ª - Confiança x desconfiança - o primeiro estágio do esquema erikssoniano corresponde ao estágio oral da teoria psicanalítica clássica e, em geral, transcorre durante o primeiro ano de vida.
2ª - Autonomia x dúvida - o segundo estágio abrange o segundo e o terceiro anos de vida, o período que na teoria freudiana é chamado de estágio anal.
3ª - Iniciativa x culpa - nesse terceiro estágio (em geral nas idades de quatro a cinco anos), a criança em idade pré-escolar é, praticamente, dona de seu corpo e é capaz de andar de velocípede, correr, cortar e bater.
4ª - Indústria x inferioridade - o quarto estágio é o período etário dos seis aos onze anos. São anos da escola primária (descritos na psicanálise clássica como fase de latência).
5ª - identidade x confusão de papéis - quando a criança passa à adolescência (mais ou menos na idade de 12 aos 18 anos), segundo a teoria psicanalítica tradicional, ocorre um re-despertar do problema do “romance familiar”da primeira infância.
6ª - Intimidade x isolamento - o sexto estágio do ciclo vital é o início da maturidade, aproximadamente o período do namoro e começo da vida familiar, que se estende desde o final da adolescência até o começo da meia idade.
7º - Generatividade x absorção em si mesmo - este sétimo estágio – meia idade ou, aproximadamente, o período em que as crianças se tornam adolescentes e os pais já estão fixados no trabalho e/ou profissão – traz consigo o potencial de uma nova dimensão, com a “generatividade” num extremo ou a “absorção em si mesmo” e a estagnação, no outro.
8ª - Integridade x desespero - o oitavo e último estágio no esquema eriksoniano corresponde grosseiramente ao período em que os principais esforços do indivíduo aproximam-se do fim e há tempo para a reflexão - e para o desfrute dos netos, quando existem.

Nenhum comentário: